Posts

TV OLED vale a pena? Vejam as diferenças

A compra de uma TV de melhor qualidade pode envolver uma comparação entre diferentes tipos de tecnologia de tela. De um lado a OLED, superior e mais cara, e do outro a LCD/LED, encontrada em uma quantidade muito maior no mercado nacional.

Para saber em qual vale a pena investir é importante analisar as duas opções de display. A OLED oferece cores mais vivas, tons pretos naturais e contrates mais intenso, enquanto a LCD/LED tem nível de brilho superior e telas do tipo IPS com boa qualidade de cor. Confira abaixo os principais detalhes.

O que é OLED?

OLED é uma tecnologia de displays digitais que usa um sistema de iluminação pixel por pixel: ao contrário das telas LCD/LED, cada ponto da imagem gera sua própria quantidade de luz. Nas telas LCD/LED, a iluminação dos pixels, e consequentemente da imagem, é feita por um painel traseiro. Resultado: telas OLED têm controle de brilho e contraste muito superior, além de exibir tons escuros mais precisos.

Entretanto, a fabricação de displays OLED e sua aplicação em televisores não é tão trivial quanto a de telas de LCD/LED. É por isso que esse modelo é mais caro e encontrado normalmente em produtos tops de linha.

Essa é uma explicação bem reduzida do que é a tecnologia OLED. No que diz respeito ao uso desse tipo de displays em TVs, o que é importante saber é:

– OLED proporciona cores escuras, em especial tons pretos, muito mais naturais
– Telas OLED tendem a apresentar cores mais vibrantes e saturadas
– O nível de contraste das telas OLED é muitas vezes superior às LCD/LED
– Telas LCD/LED não conseguem chegar perto do preto das telas OLED
– Mais caro de fabricar, OLED costuma aparecer em televisores com preços mais altos

Quais as vantagens sobre o LCD/LED?

Até aqui, parece que não faz muito sentido investir em uma TV de LCD/LED. Mas a verdade é que existem alguns modelos de televisores com certos tipos de tela em que o display LCD/LED se mostra, no mínimo, tão bom quanto de uma TV OLED em cenários de uso que envolvem salas e espaços bem iluminados.

Já existem painéis LCD/LED que oferecem uma qualidade de brilho máximo que supera aquilo que é possível com o OLED. Nesse sentido, se o uso da TV envolve uma sala muito bem iluminada, a performance do LCD/LED pode ser superior. Da mesma forma, se o uso da TV será realizado em um espaço mais escuro, os tons pretos permitidos pelo OLED são muito mais importantes.

Em relação a cores, o OLED se beneficia do contraste que, em geral, é muito superior ao de um televisor de LED. Entretanto, alguns tipos de tecnologias de painel LED podem compensar um pouco as diferenças, resultando em produtos de alta qualidade: é o caso, especificamente, das telas padrão IPS.

Uma TV LCD/LED vai ser sempre mais barata que a OLED e, caso conte com tecnologias mais recentes, como pontos quânticos e outros avanços do gênero, o consumidor pode esperar uma performance equiparável às melhores OLED do mercado.

Para ficar fácil de entender, o LCD/LED:

– É muito mais barato e fácil de fabricar, o que explica sua dominância no mercado
– Dependendo da tela, pode ter nível de brilho superior ao OLED
– Uso de novas tecnologias tornam essas TVs opções excelentes ao OLED
– Telas de LED do tipo IPS tem ótima qualidade de cor

Vale a pena comprar um aparelho só por ser OLED?

Do ponto de vista prático, não. A tecnologia OLED está restrita aos televisores mais caros do mercado na atualidade e quando considera um produto top de linha, o consumidor pode encontrar alternativas que usam o LCD/LED e custam menos, apresentando qualidade de imagem muito próxima ao OLED.

Mas quanto menos? A Samsung é uma das poucas companhias a fabricar televisores OLED. No Brasil, há a KN55S9CAGXZD, TV Full HD de 55 polegadas, que pode ser encontrada por mais de R$ 40 mil no país. Também da fabricante dos smartphones Galaxy, há a UN55JU6500: as mesmas 55 polegadas com 4K de resolução e preço 90% inferior, de R$ 4 mil aproximadamente. Para uma comparação mais realista, há a OLED da LG 55EC9300, com resolução Full HD, 55 polegadas e preço na casa dos R$ 7.500.

Para fazer o melhor negócio possível quando comprar uma TV que seja LCD/LED, o consumidor precisa estar por dentro das novas tecnologias desenvolvidas para fazer com que telas desse tipo tenham fôlego para competir diretamente com o OLED: pontos quânticos, contraste e brilho variável, nano cristais e outros exemplos. Elas ajudam a diminuir a diferença entre as telas OLED, geralmente superiores tecnicamente.

Fonte: TechTudo